Terça, 23 de Abril de 2024
Cultura Cultura Indígena

GRUPO INDÍGENA APRESENTA SUA RICA CULTURA AOS ALUNOS DA EE ARQUIMEDES BAVA

O grupo Yaamyty Thwka Sato da etnia indígena Fulni - õ realizou demonstrações de dança acompanhada pelo Cantigo Cafurna, artesanato e muito mais sobre sua cultura milenar

15/05/2023 15h11 Atualizada há 11 meses
Por: Redação Fonte: FN
GRUPO INDÍGENA APRESENTA SUA RICA CULTURA AOS ALUNOS DA EE ARQUIMEDES BAVA

 

Por Willian Santos

Após ter se apresentado em algumas escolas em Bertioga (SP), o grupo Yaamyty Thwka Sato, da etnia indígena Fulni - õ  esteve presente também na Escola Estadual Arquimedes Bava, na quarta - feira do dia 03 de maio, expressando sua  tradicional dança acompanhada pelo Cantigo Cafurna, expondo seu artesanato e batendo 'aquele papo' descontraído e instrutivo com todos os presentes, no pátio do colégio. A interação aconteceu nos períodos da manhã e da tarde, na ocasião. Estiveram presentes, a organizadora do evento, professora Shirley, o coordenador Ariamiro Campos, entre outros professores e alunos.  

De acordo com o representante cultural do grupo, Malytxy Fulni-ô, 34 anos, como sempre ocorreu em todos os locais onde os referidos indígenas compareceram no município, também foram muito bem recebidos no Bava. "Começo agradecendo a atenção de todos da escola que contribuíram para que estivéssemos aqui", disse. Em cima do palco do pátio, ele ainda fez menção da importância de a cultura indígena ter destaque além do Dia do Índio, comemorado nas datas de 19 de abril. "A cultura indígena é milenar. Pouca gente tem um bom conhecimento sobre esse assunto. Quando o português chegou, já estávamos aqui. Como alguém fala que os portugueses descobriram o Brasil se já tinha gente aqui"? Questionou.

Segundo a já referida professora de história, Shirley da Silva Paixão, a visita do grupo traz informações que alimentam a cultura de todos. "Achei importante criar esse evento de diálogo intercultural, pluralidade, pois são encontros  onde a memória da ancestralidade permite o compartilhartilhamento de  mensagens, ideias, saberes, conhecimentos, filosofias, músicas, artes e histórias dos povos indígenas," opinou.

"É uma aula de tolerância, de respeito, em que os alunos aprendem a respeitar a verdadeira cultura brasileira, os habitantes nativos daqui e posso dizer que isso é uma troca cultural, sendo esse o principal valor desse tipo de atividade", ressaltou o coordenador da escola Ariamiro Campos.

O grupo indígena veio da cidade de Águas Belas - Estado de Pernambuco e tem um relacionamento de amizade com os indígenas da Aldeia Rio Silveira, que fica entre os municípios de Bertioga e São Sebastião. O   grupo Yaamyty Thwka Sato, através de seu representante cultural, também agradeceu o organizador do evento que aconteceu na Escola Estadual William Auréli uma semana antes, Alexsandro Nascimento Silva. "Quero agradecer a ele por ter nos apresentado a algumas escolas para levarmos a  nossa cultura ao conhecimento dos alunos, para eles saberem a importância que os povos indígenas têm aqui na nossa terra, na condição de legítimos brasileiros", concluiu Malytxy Fulni-ô.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Atualizado às 21h00
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (24/04)

Mín. ° Máx. °

Amanhã (25/04)

Mín. ° Máx. °

Mais lidas
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias