vasconcelos-corretor
morada-03
CEA_Prancheta 1
Contabilidade Fácil
camara

Eficiência energética: Faculdade Anhanguera Jaú investe em sistema solar em busca de sustentabilidade

Cidades Destaque Educação

Mais de 750 mil sistemas solares já estão instalados em residências e empresas no Brasil, de acordo com a Aneel, mas ainda há amplo espaço a ser explorado no país, principalmente em grandes instalações

Estimativa da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) prevê que o Brasil vai triplicar o consumo de eletricidade até 2050. As previsões levam em consideração o aumento populacional e suas consequências para o setor produtivo no país. Diante desse cenário, se faz cada vez mais necessário pensar em alternativas e soluções sustentáveis. Um dos caminhos é buscar a eficiência energética, atividade que visa encontrar soluções para um melhor uso das fontes de energia.

Dados apontam que 85% do consumo de energia no país já é proveniente de fontes renováveis pelo fato de ter origem no Mercado Livre. No entanto, ainda existem oportunidades em diversas frentes para utilização de energia solar. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) afirma que, no Brasil, já existem mais de 750 mil sistemas solares instalados em residências e empresas. A Faculdade Anhanguera Jaú é uma dessas organizações que já investiram em energia solar. A instituição de ensino tem um consumo médio de 9.300 kWh/mês. Com a instalação do sistema, a unidade prevê uma economia mensal de até 81%.

Foram investidos R$ 371 mil no sistema e entre os seus benefícios está a autogeração de energia limpa, renovável e sustentável; sistema com vida útil de 25 anos e uma significativa redução de custos. Joel Fernando Borella, diretor da Anhanguera Jaú, ressalta que a ação de utilizar a energia solar é, também, um pilar de responsabilidade social da instituição. “Por termos a educação como nosso escopo principal, essa ação mostra, então, nossa responsabilidade com o futuro do meio ambiente, buscando energia limpa e renovável. Estamos nos tornando uma unidade modelo e isso só enaltece a força que a companhia e a educação têm no país”. A estimativa é que a Anhanguera Jaú economize R$ 83,6 mil por ano no valor da conta de luz.

“Um projeto de captação sustentável é altamente complexo, e demanda uma atuação interdisciplinar dos times. Porém, todo o investimento vale a pena, tendo em vista os frutos que iremos colher de uma ação tão propositiva como essa. O intuito é contribuir de forma eficiente com o meio ambiente e, consequentemente, com as pessoas que vivem nele”, reforça Hylton Olivieri, Diretor de Infraestrutura da Kroton, mantenedora da Anhanguera.

A adoção da energia solar na unidade faz parte da estratégia de ESG da Kroton, vertical B2C de ensino para jovens e adultos da holding Cogna Educação. Com forte atuação nas questões ambientais, sociais e de governança corporativa, a companhia está assumindo o compromisso de implantação de pilotos em eficácia energética e reuso de água, além da coleta seletiva, em algumas de suas unidades. O objetivo é ter, até 2025, 90% da energia consumida em toda a operação proveniente de fontes renováveis, como esta que está implementada na Faculdade Anhanguera Jaú.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *