morada-03
Contabilidade Fácil
CEA_Prancheta 1

Rede de proteção de Guarujá é destaque na Semana de Combate à Violência Contra a Mulher

Sem categoria

Live para debater o tema acontece hoje e será on-line, com acesso pelo link facebook.com/HYPERLINK “http://facebook.com/prefeitura.guaruja”prefeitura.HYPERLINK “http://facebook.com/prefeitura.guaruja”guaruja. Na pauta, destaque aos programas desenvolvidos no Município como a Patrulha Maria da Penha, Programa recomeçar e Mulheres em Rede

Escuta, atendimento psicológico, capacitação profissional, proteção. Esses são alguns dos serviços oferecidos às mulheres vítimas de violência em Guarujá. No mês de combate à violência doméstica e dos 15 anos da Lei Maria da Penha, a Prefeitura destaca o trabalho da rede de proteção à mulher. Para isso, realiza nesta sexta-feira (26), às 18 horas, uma live sobre o tema.

O debate terá a presença da advogada Rose Calazans, da assistente social, Márcia Estela; mentora e Coach de Humanização, Ale Souza e da guarda civil municipal Cristina Simi. A live será mediada pela assessora de Políticas Públicas para as Mulheres, Andrea Moreira, e transmitida pela rede social da Prefeitura, acessível no link facebook.com/HYPERLINK “http://facebook.com/prefeitura.guaruja”prefeitura.HYPERLINK “http://facebook.com/prefeitura.guaruja”guaruja.

A violência contra a mulher caracteriza-se por toda a ação de discriminação, agressão ou coerção ocasionada pelo simples fato de a vítima ser mulher e que cause dano, morte, constrangimento, limitação, sofrimento físico, sexual, moral, psicológico, social, político ou econômico ou perda patrimonial.

Para denunciar, a vítima pode ligar na Central de Atendimento à Mulher pelo 180, pelo 190 (Polícia Militar) ou ir diretamente à Delegacia da Mulher, que fica na Rua Washington, 227 – Vila Maia (Centro). O Atendimento é de segunda a sexta-feira. À noite, fim de semana e feriados, o atendimento é realizado na Delegacia de Polícia Sede de Guarujá (Av. Puglisi, 656 – Centro). Além disso, conta com o boletim eletrônico: www.delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br

Atendimento

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) realiza o atendimento às mulheres vítimas de violência, encaminhadas pela rede de proteção, seja pela Delegacia da Mulher ou pelas unidades de saúde. No Creas é ofertada a proteção social e o acompanhamento da vítima e da família, objetivando cessar a violência. É realizado um acompanhamento psicossocial, que conta atendimentos de uma assistente social e um psicólogo.

Patrulha Maria da Penha atende mais de 300 casos em dois anos

Há dois anos, Guarujá conta com a Patrulha Maria da Penha, instituída pelo decreto municipal 13.045/2019 e visa à proteção de mulheres em situação de violência, por meio da atuação preventiva e comunitária da Guarda Civil Municipal (GCM), um trabalho articulado com a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedeas), Ministério Público do Estado de São Paulo (MP) e Delegacia de Defesa da Mulher. Neste período, foram atendidos 315 casos e atualmente 98 mulheres são assistidas.

Os guardas atuam mediante a identificação e seleção de casos pelo MP. A equipe composta por seis GCMs, entre eles três mulheres, realiza visitas e rondas preventivas a fim de monitorar o cumprimento das medidas protetivas.

Durante as visitas, os guardas verificam se a mulher e seus dependentes necessitam também de atendimento médico e psicológico, e os encaminham para a rede socioassistencial e para o Programa Recomeçar. Esse apoio é importante para que a vítima consiga superar os traumas e ter uma nova perspectiva de vida.

Programa Recomeçar

A iniciativa tem como objetivo proporcionar às mulheres vítimas de violência doméstica cursos de desenvolvimento profissional, empreendedorismo social e qualificação para o mercado de trabalho. Atualmente, 20 mulheres participam da capacitação. Os cursos são realizados, todas as terças-feiras, no Espaço para a Mulher, que fica na Casa dos Conselhos (Rua Tiete 44, Vila Áurea/Vicente de Carvalho). A mulher que desejar fazer parte do Programa Recomeçar pode enviar mensagem para o whatsapp (13) 3308-7438.

‘Mulheres em Rede’

O programa Mulheres em Rede é um canal de comunicação que conecta o público feminino aos diversos serviços municipais. Pelo whatsapp (13) 3308-7438, as mulheres ficam por dentro dos fluxos de atendimento ligados à saúde, educação, programas sociais, empreendedorismo entre outros. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *