morada-03
Contabilidade Fácil
CEA_Prancheta 1

Trabalhadores da educação protestam contra volta das aulas presenciais em Mogi das Cruzes

Brasil Cidades Destaque

Um grupo de trabalhadores da educação realizou uma manifestação na tarde desta quarta-feira (9) em Mogi das Cruzes. Eles protestaram contra o retorno das aulas presenciais no município antes da vacinação contra a Covid-19 e a morte de três servidores da área por conta da doença.

Os manifestantes se encontraram por volta das 15h, em frente à Prefeitura Municipal; alguns de carro, buzinando, e outros a pé, procurando manter o distanciamento enquanto seguravam cartazes contra o retorno das atividades presenciais antes da aplicação da segunda dose da vacina contra o coronavírus em toda a categoria.

O protesto foi realizado após a morte da diretora da escola municipal CEIM Lourdes Guerra de Campos, Ana Paula Santos. Ela faleceu ontem (8), vítima de Covid-19, assim como a agente escolar Eliana de Oliveira Berthão, da EM Prof. Sérgio Hugo Pinheiro, e o Alexandre Araújo da Silva, Auxiliar de Desenvolvimento da Educação da EM Rural Bairro São João. Por conta disso, muitos dos manifestantes procuraram se vestir de preto, como forma de simbolizar o luto devido às vidas perdidas.

Um grupo de trabalhadores da educação realizou uma manifestação na tarde desta quarta-feira (9) em Mogi das Cruzes. Eles protestaram contra o retorno das aulas presenciais no município antes da vacinação contra a Covid-19 e a morte de três servidores da área por conta da doença.

Os manifestantes se encontraram por volta das 15h, em frente à Prefeitura Municipal; alguns de carro, buzinando, e outros a pé, procurando manter o distanciamento enquanto seguravam cartazes contra o retorno das atividades presenciais antes da aplicação da segunda dose da vacina contra o coronavírus em toda a categoria.

O protesto foi realizado após a morte da diretora da escola municipal CEIM Lourdes Guerra de Campos, Ana Paula Santos. Ela faleceu ontem (8), vítima de Covid-19, assim como a agente escolar Eliana de Oliveira Berthão, da EM Prof. Sérgio Hugo Pinheiro, e o Alexandre Araújo da Silva, Auxiliar de Desenvolvimento da Educação da EM Rural Bairro São João. Por conta disso, muitos dos manifestantes procuraram se vestir de preto, como forma de simbolizar o luto devido às vidas perdidas.

A vereadora da Câmara de Mogi das Cruzes Inês Paz (PSOL) também participou da manifestação. “Estamos aqui, em frente à Prefeitura, em uma manifestação de indignação, porque quantas mais vidas vão precisar morrer para que esse prefeito tome a decisão de não ter o retorno das aulas presenciais? O que está acontecendo é uma injustiça”, afirmou ela, em uma transmissão ao vivo realizada nas redes sociais. “Na madrugada de hoje, Mogi das Cruzes teve mais três vítimas ligadas à educação. Esse é um momento de indignação. A Prefeitura precisa tomar um posicionamento e só retornar as aulas presenciais quando todos os trabalhadores estiverem vacinados”, concluiu Inês Paz.https://f41d6e8ed695339a8837dcae4bf156dc.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html?n=0

Sobre a morte dos servidores da educação, o prefeito Caio Cunha publicou hoje nas redes sociais: “Grandes profissionais, que sempre se dedicaram à educação das crianças da nossa cidade, ainda mais neste momento, em que ainda não haviam retornado presencialmente as aulas em suas unidades. Que Deus conforte o coração de todos que agora sentem a dor dessas perdas. Descansem em paz, queridos”.

Confira o vídeo a seguir:

FONTE: Noticias de MOGI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *