vasconcelos-corretor
morada-03
CEA_Prancheta 1
Contabilidade Fácil
camara

Trabalhadores da educação protestam contra volta das aulas presenciais em Mogi das Cruzes

Brasil Cidades Destaque

Um grupo de trabalhadores da educação realizou uma manifestação na tarde desta quarta-feira (9) em Mogi das Cruzes. Eles protestaram contra o retorno das aulas presenciais no município antes da vacinação contra a Covid-19 e a morte de três servidores da área por conta da doença.

Os manifestantes se encontraram por volta das 15h, em frente à Prefeitura Municipal; alguns de carro, buzinando, e outros a pé, procurando manter o distanciamento enquanto seguravam cartazes contra o retorno das atividades presenciais antes da aplicação da segunda dose da vacina contra o coronavírus em toda a categoria.

O protesto foi realizado após a morte da diretora da escola municipal CEIM Lourdes Guerra de Campos, Ana Paula Santos. Ela faleceu ontem (8), vítima de Covid-19, assim como a agente escolar Eliana de Oliveira Berthão, da EM Prof. Sérgio Hugo Pinheiro, e o Alexandre Araújo da Silva, Auxiliar de Desenvolvimento da Educação da EM Rural Bairro São João. Por conta disso, muitos dos manifestantes procuraram se vestir de preto, como forma de simbolizar o luto devido às vidas perdidas.

Um grupo de trabalhadores da educação realizou uma manifestação na tarde desta quarta-feira (9) em Mogi das Cruzes. Eles protestaram contra o retorno das aulas presenciais no município antes da vacinação contra a Covid-19 e a morte de três servidores da área por conta da doença.

Os manifestantes se encontraram por volta das 15h, em frente à Prefeitura Municipal; alguns de carro, buzinando, e outros a pé, procurando manter o distanciamento enquanto seguravam cartazes contra o retorno das atividades presenciais antes da aplicação da segunda dose da vacina contra o coronavírus em toda a categoria.

O protesto foi realizado após a morte da diretora da escola municipal CEIM Lourdes Guerra de Campos, Ana Paula Santos. Ela faleceu ontem (8), vítima de Covid-19, assim como a agente escolar Eliana de Oliveira Berthão, da EM Prof. Sérgio Hugo Pinheiro, e o Alexandre Araújo da Silva, Auxiliar de Desenvolvimento da Educação da EM Rural Bairro São João. Por conta disso, muitos dos manifestantes procuraram se vestir de preto, como forma de simbolizar o luto devido às vidas perdidas.

A vereadora da Câmara de Mogi das Cruzes Inês Paz (PSOL) também participou da manifestação. “Estamos aqui, em frente à Prefeitura, em uma manifestação de indignação, porque quantas mais vidas vão precisar morrer para que esse prefeito tome a decisão de não ter o retorno das aulas presenciais? O que está acontecendo é uma injustiça”, afirmou ela, em uma transmissão ao vivo realizada nas redes sociais. “Na madrugada de hoje, Mogi das Cruzes teve mais três vítimas ligadas à educação. Esse é um momento de indignação. A Prefeitura precisa tomar um posicionamento e só retornar as aulas presenciais quando todos os trabalhadores estiverem vacinados”, concluiu Inês Paz.https://f41d6e8ed695339a8837dcae4bf156dc.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html?n=0

Sobre a morte dos servidores da educação, o prefeito Caio Cunha publicou hoje nas redes sociais: “Grandes profissionais, que sempre se dedicaram à educação das crianças da nossa cidade, ainda mais neste momento, em que ainda não haviam retornado presencialmente as aulas em suas unidades. Que Deus conforte o coração de todos que agora sentem a dor dessas perdas. Descansem em paz, queridos”.

Confira o vídeo a seguir:

FONTE: Noticias de MOGI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *