vasconcelos-corretor
morada-03
CEA_Prancheta 1
Contabilidade Fácil
camara

Detento tenta furar o olho de colega que comeu marmita a mais no litoral de SP

Brasil Cidades Destaque
Caso foi registrado pela Polícia Civil. SAP afirma que ambos responderão a procedimento apuratório disciplinar pelo ocorrido em Praia Grande, no litoral paulista.

Dois homens, de 31 e 44 anos, se envolveram em uma briga no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Praia Grande, no litoral de São Paulo. Segundo a Polícia Civil informou ao G1 neste sábado (5), um dos presos tentou furar o olho do outro com um espeto de madeira por conta de uma briga por marmitex na unidade.

Um agente penitenciário informou que foi entregar a alimentação em uma cela no CDP de Praia Grande e que um dos detentos alegou que foi comer um marmitex que veio a mais, porém o outro afirmou que ele comeu, na verdade, o marmitex que lhe pertencia, iniciando uma discussão.

Segundo a polícia, o detento de 44 anos, que estava com um espeto de madeira, tentou acertar o outro no olho, atingido a lateral do nariz. O ferido revidou a agressão, golpeando o outro com chutes e socos.

De acordo com a Polícia Civil, o espeto de madeira foi apreendido para perícia. Foram solicitados exames ao Instituto Médico Legal (IML) e o caso registrado como lesão corporal pelo 1º DP de Praia Grande (Vila Tupi).

Em nota, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) confirmou o ocorrido e informou que os dois custodiados da unidade agrediram-se mutuamente durante o horário da alimentação. Segundo a SAP, ambos estavam alojados no setor de seguro, onde ficam presos que não têm convívio com o restante da população carcerária.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Ainda segundo o órgão, eles foram separados pelos agentes que posteriormente encontraram, após revista na cela, um pedaço de cabo de vassoura com um prego na ponta. O objeto, porém, não foi utilizado pelos presos, que tiveram apenas ferimentos leves, sem gravidade. A Secretaria da Administração Penitenciária afirma que ambos responderão a Procedimento Apuratório Disciplinar pelo fato.

FONTE: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *