morada-03
Contabilidade Fácil
CEA_Prancheta 1

Assessor de MC Kevin relata ameaças nas redes sociais: ‘Estão achando que o Jhonatas que estava no quarto era eu’

Brasil Destaque

Jonathas Groscove diz que desde que os depoimentos dos envolvidos no incidente que resultou na morte do funkeiro foram divulgados, ele está sendo perseguido

Em meio às investigações da morte do MC Kevinque caiu do quarto de um hotel no Rio de Janeiro no domingo (16), o assessor dele, Jonathas Groscove, de 26 anos, passou a ser alvo de ameaças nas redes sociais.

É que o nome dele está sendo confundido com um dos envolvidos na morte do funkeiro, Jhonatas Cruz, que teve seu depoimento na polícia revelado na terça-feira (18).

Além do medo de ser agredido na rua, Jonathas, o assessor, diz que não está conseguido viver o luto pela perda do amigo por causa da preocupação com as ameaças.

“Está sendo muito complicado tudo. Muito difícil. Está todo mundo muito abalado e ainda têm essas ameaças”, diz ele que nesta quarta-feira (19) pediu para a mãe de Kevin, Valquíria Nascimento, gravar uma mensagem negando que ele fosse o amigo de Kevin que estava no quarto do qual o funkeiro caiu.

Versões diferentes para a presença de Jhonatas no quarto

Quem teve seu depoimento divulgado pela polícia foi Jhonatas Cruz. Ele era um dos amigos que acompanhava Kevin, no momento em que ele conheceu a modelo Bianca Domingues, na Praia da Barra, e estava no quarto tentando manter relações sexuais com ela – o que não aconteceu.

Em seu depoimento à polícia, Jhonatas diz que, depois de ser expulso por Kevin do quarto, ele voltou ao quiosque da praia voltando ao hotel só depois que soube do acidente dom o funkeiro.

Já no depoimento de Bianca Domingues, Jhonatas ainda teria ficado pelo hotel e teria batido na porta dizendo que estava aparecendo gente.

 

Até agora, oito pessoas foram ouvidas pela polícia. Em outra linha de investigação, Kevin teria tentado mergulhar na piscina pulando da varanda.

A causa da morte do funkeiro foi traumatismo craniano. O laudo do IML diz que a morte foi causada por hemorragia subaracnóidea (no espaço entre o cérebro e o tecido que cobre o cérebro) e traumatismo crânio encefálico.

O documento também indica que os ferimentos foram causados por “ação contundente”, o que indica que o corpo sofreu algum choque.

O corpo de Kevin foi enterrado nesta terça-feira (18), no Cemitério Parque dos Pinheiros, na Zona Norte de São Paulo.

Exame toxicológico

A Polícia Civil pediu exame toxicológico no corpo de MC Kevin, de 23 anos. A informação foi confirmada pela polícia e pode esclarecer se o funkeiro fez uso de drogas ou não antes do acidente.

Na segunda-feira (17), a polícia tomou um novo depoimento de amigos e da mulher de Kevin, Deolane Bezerra. Eles estavam no mesmo hotel de Kevin.

MC Kevin morava em Mogi das Cruzes (SP), mas estava no Rio porque tinha feito um show em uma boate em Vila Valqueire, na Zona Oeste, no sábado (15).

Com informações do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *