morada-03
Contabilidade Fácil
CEA_Prancheta 1

Santos prepara esquema de segurança e isolamento para sepultamento de Bruno Covas

Cidades Destaque

Bruno Covas era natural de Santos, e será sepultado no Cemitério do Paquetá, o mesmo em que seu avô, Mario Covas, foi enterrado há 20 anos

A Prefeitura de Santos, no litoral paulista, começou a preparar o esquema de segurança e isolamento do entorno do Cemitério do Paquetá, em Santos, onde o prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), será sepultado neste domingo (16). Ele morreu vítima de um câncer no sistema digestivo com metástase.

Desde às 13h, o corpo de Covas é velado no hall monumental do 3º andar do Edifício Matarazzo, sede da prefeitura. A cerimônia breve é exclusiva para familiares e amigos próximos. Depois, seguirá em carro aberto em um cortejo até a Praça Oswaldo Cruz. Após a cerimônia, o corpo será encaminhado para Santos, até o Cemitério do Paquetá, o mesmo em que seu avô, Mario Covas, foi enterrado há 20 anos.

No local, o esquema de segurança já está sendo montado para receber o corpo de Covas. Equipes de limpeza fazem a higienização das ruas, enquanto o entorno é cercado por gradis, para evitar que populares se aglomerem em frente ao cemitério.

Além disso, agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) bloquearam as vias no entorno do cemitério – Rua Doutor Cochrane, em frente ao local; São Francisco até a Rua Amador Bueno; e a Rua Aguiar de Andrade, entre a João Pessoa e a Amador Bueno. A Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar também acompanham os trabalhos.

Devido à morte de Bruno Covas, a Prefeitura de Santos decretou luto oficial de três dias. O prefeito de Santos, Rogério Santos, manifestou-se nas redes sociais e lamentou a morte de Covas. Ele se referiu a Bruno Covas como exemplo de superação, de amor à vida e às pessoas.

Com informações do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *