vasconcelos-corretor
morada-03
CEA_Prancheta 1
Contabilidade Fácil
camara

Tiktoker espanhol afirma estar em 2027 e alega ser o único humano vivo na terra

Destaque Mundo

Homem usa perfis no Instagram e no TikTok com usuário @unicosobrevivente. Javier mostra em imagens detalhes do mundo seis anos a frente para provar que não há mais ninguém vivo no planeta

E se você acordasse em um hospital da cidade de Valência, na Espanha, em 2027, depois de passar por diversas experiências científicas, e descobrisse que só existe você no mundo?

Javier, um internauta espanhol, usa o usuário @unicosobrevivente para provar que isso é verdade. Desde fevereiro deste ano, ele criou todo um novo, e delirante, mundo nas suas contas de Instagram e TikTok (só nesta página é seguido por mais de três milhões de pessoas).

E se você acordasse em um hospital da cidade de Valência, na Espanha, em 2027, depois de passar por diversas experiências científicas, e descobrisse que só existe você no mundo?

Javier, um internauta espanhol, usa o usuário @unicosobrevivente para provar que isso é verdade. Desde fevereiro deste ano, ele criou todo um novo, e delirante, mundo nas suas contas de Instagram e TikTok (só nesta página é seguido por mais de três milhões de pessoas).

https://www.instagram.com/unicosobreviviente/?utm_source=ig_embed&ig_rid=3277ec01-d157-42b0-9820-6f349f7de7f9

O espanhol diz ter viajado para o futuro, mas algo não deu certo e caminho foi o ano de 2027. Agora, segundo o “único sobrevivente”, a vida é umesa realidade paralela, onde não existem outros seres humanos. Ele conta cada detalhe dessa história nas redes sociais.

“Acordei sozinho num hospital de Valência (Espanha). Não me recordava do meu nome nem de onde vinha. Decidi sair à rua. E não havia ninguém”, descreveu. “Tudo estava como em 2021, mas os aparelhos mostravam 2027”, afirmou Javier.

https://www.instagram.com/unicosobreviviente/?utm_source=ig_embed&ig_rid=140acc33-2c97-4a82-aab0-4d00c0709b9b

Em sua rotina, o espanhol passa por ruas vazias, praias, igrejas e estabelecimentos, tudo isso sem qualquer tipo de presença humana e sons de fundo. Até estádios de futebol ele visitou.

O mundo do espanhol parece ser bastante real, mas não é possível saber se tudo é apenas uma brincadeira e atuação a fim de atrair público. Seus vídeos funcionam como uma espécie de vlog e mostram inúmeros eventos curiosos, incluindo aparelhos eletrônicos. Em um deles, o aparelho Alexa afirma que tudo se passa em 2027.

Curiosamente, a distopia não para por aí, e como se já não parecesse muita loucura, o dono dos perfis afirma que acorda todo dia em uma realidade diferente, onde as coisas nunca são encontradas no local em que estavam.

https://www.instagram.com/unicosobreviviente/?utm_source=ig_embed&ig_rid=9c686b6c-ace4-4167-988a-6f45b0710357

Enquanto tenta encontrar algum resquício de atividade humana nesse realidade, Javier também aproveita a disponibilidade de recursos, aparentemente sem custo ou proprietário. O espanhol já compartilhou passeios de Mercedes, barco e até com uma moto Ducati. Talvez não seja tão difícil encontrar as chaves dos veículos em um mundo sem ninguém.

As reações à página são tantas ou mais do que delírios de Javier e também há de tudo um pouco, há quem leve o caso demasiado a sério e peça provas da veracidade da história, assim como também há quem entre na brincadeira – ou loucura – do ‘único sobrevivente’ e aguarde ansiosamente pela próxima publicação.

Há também quem diga que tudo não passa de uma campanha de marketing.

O desejo de retornar a 2021

Apesar de andar de Mercedes e barcos e ter acesso a recursos gratuitos, o viajante do tempo não esconde seu desejo de retornar para 2021, e pede ajuda nas redes sociais para encontrar uma forma de fazê-lo. Sem dar mais detalhes sobre sua nova vida, Javier questionou o público sobre seus próximos passos no futuro, e os seguidores, sem perder tempo, pediram uma live para entender a verdadeira situação do homem.

fonte: Sistema Costa Norte de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *