morada-03
Contabilidade Fácil
CEA_Prancheta 1

Prefeitura homenageia a saudosa emancipadora Irene Vaz Pinto Lyra

Cidades Destaque

Em comemoração aos 30 anos de emancipação de Bertioga, a Prefeitura homenageia, através do projeto “Ruas e Memorias”, a emancipadora Irene Vaz Pinto Lyra. A cerimônia acontece na quarta-feira (19), às 10 horas, na Rua Aprovada 278, no Indaiá.

O projeto tem o objetivo de homenagear pessoas que marcaram o Município, as eternizando, dando nome para ruas ou praças, com placas que contam as trajetórias. As ruas Aprovadas 278, 157 e 151, localizadas no bairro Indaiá, passam a se chamar Rua Emancipadora Profª Irene Vaz Pinto Lyra. A via fica próxima à Av. Emancipador Diney Lyra, esposo de Irene.

Sobre a homenageada

Irene Vaz Pinto Lyra nasceu em Agudos, interior de São Paulo. Ainda menina mudou-se com a família para Santos e anos depois para Bertioga. Começou a trabalhar ainda nova, em um salão de beleza e logo abriu o próprio estabelecimento.

Aos 21 anos conheceu Diney Lyra, e dois anos depois, em 1958, casaram-se. Tiveram três filhos: Marcelo, Mylene e Ney.

Em 1965 Irene decidiu fechar o salão e abrir uma escola de educação infantil, em Santos. Após alguns anos, comprou outro colégio, para atender todas as idades. Irene especializou-se em pedagogia e as escolas se firmaram na Cidade, funcionando por 13 anos.

No final dos anos 60 a família começou a frequentar as praias de Bertioga e se apaixonou por um recanto no final da Enseada, a praia do Indaiá. Fixaram-se em uma casa original de pescadores. Irene escrevia crônicas para o jornal da cidade, com o codinome “Iris de Jesus”.

Juntos iniciaram a construção de um hotel, o terceiro a ser construído em Bertioga. O empreendimento cresceu e, como empresária em Bertioga, Irene sentiu a dificuldade de viver em um subdistrito, foi então, que junto com outros moradores do bairro, criou a Sociedade de Amigos da Praia do Indaiá, que lutava por melhorias como asfaltamento de ruas, posto policial etc.

Irene e Diney juntaram-se a outros empresários e iniciaram o terceiro movimento pela emancipação de Bertioga. O movimento pela Emancipação prosperou e em pouco tempo, Bertioga tornou- se um município independente.

Aos 72 anos de idade, em dezembro de 2007, Irene sofreu um infarto enquanto dormia. Além do marido e dos filhos, deixou dois netos.

Em 2016, para honrar a trajetória de Irene na educação, ela foi homenageada, dando nome para a Neim (Núcleo de Educação Infantil Municipal) localizada no Jardim Raphael, a unidade chama-se Neim Professora Irene Vaz Pinto Lyra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *