vasconcelos-corretor
morada-03
CEA_Prancheta 1
Contabilidade Fácil
camara

Empresária é assaltada durante live no litoral de SP e dezenas assistem pela web

Cidades Destaque

Assalto ocorreu em Santos, e bandido fugiu após o crime. Vítima não ficou ferida.

Uma empresária de 32 anos foi assaltada em uma loja de sapatos em Santos, no litoral de São Paulo, no meio de uma transmissão ao vivo pelas redes sociais. Daiane Pereira foi abordada enquanto fazia uma live para vender os produtos do estabelecimento (assista ao vídeo acima).

O crime ocorreu por volta das 20h20 desta quinta-feira (6), no momento em que a comerciante explicava sobre os calçados disponíveis na loja localizada na Avenida Ana Costa, no bairro Gonzaga. No meio da transmissão, um suspeito parou a bicicleta na loja ao lado e passou a observar o movimento.

Segundo relata a vítima, após o crime, ao analisar, junto com o marido, as câmeras de monitoramento, foi possível observar que, assim que o suspeito notou que só havia duas mulheres na loja, invadiu o local.

“Ele ameaçou falando que estava armado, mostrou o cabo de uma arma dentro de uma bolsa. Daí, pegou o meu celular e o da loja, e em seguida pediu para que eu e a minha funcionária fôssemos para o fundo do estabelecimento”, conta.

Empresária foi roubado enquanto fazia live de sapatos que vende em sua loja — Foto: Reprodução

Ela relata que, em seguida, o criminoso pegou a bicicleta com os equipamentos que roubou e fugiu. “Ainda tentei avisar as clientes pela live que estávamos sendo roubadas, mas quando falei ‘meninas’, ele mandou eu ficar quieta e pegou na arma novamente”. Ainda segundo relatou ao G1, foi registrado um boletim de ocorrência pela Delegacia Eletrônica, e ela divulgou as imagens do crime nas redes sociais, para ajudar na identificação do suspeito.

“Foi uma mistura de sentimentos na hora, mas senti, principalmente, revolta. Quando inaugurei a loja, passaram três meses e tive que fechar, por conta da pandemia, no ano passado. Então, vivemos mais um ano em uma pandemia, tendo que fechar de novo, e quando reabro, e estamos nos adaptando, fazendo trabalho de internet, divulgação, acontece isso. Você acha que está segura, tenta garantir seu ganha pão, trabalhar, vender, pagar as contas, e o bandido vem roubar os celulares. É um prejuízo e um custo a mais em tempos tão difíceis para os comerciantes”, finaliza Daiane.

FONTE: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *