morada-03
Contabilidade Fácil
CEA_Prancheta 1

Cobras venenosas seguem aparecendo no Litoral Norte e na Baixada: o que fazer em caso de picadas

Cidades Destaque

Ao menos cinco aparições de serpentes peçonhentas foram registradas esse ano em Ubatuba, Caraguatatuba, Bertioga e Santos; recentemente, idosa foi picada em Ubatuba; nos últimos dez dias, foram três aparições de cobras em perímetros urbanos; saiba o que fazer e o que não fazer se em caso de encontrar uma cobra ou de mordedura

Apenas neste ano, diversas aparições de serpentes foram registradas nas cidades da Baixada Santista e no Litoral Norte de São Paulo. A mais recente foi nesta sexta-feira (30) em Santos, quando uma jararaca apareceu no Morro do São Bento, deixando a comunidade apreensiva. 

Há dez dias, em 21 de março, uma Jararacuçu (Bothrops jararacuçu), serpente com um dos venenos mais mortíferos do Brasil apareceu em Ubatuba, no litoral Norte. Há um mês, também em Ubatuba,  uma idosa de 64 anos visitava o sítio da família quando foi picada por uma jararaca.

Há uma semana, em Caraguatatuba, no Litoral Norte, uma jararaca foi encontrada dentro de uma sorveteria

Há pouco mais de dois meses, em 28 de fevereiro, uma moradora de Bertioga, na Baixada, deu de cara com uma cobra coral em seu quintal

O litoral de São Paulo, região que tem uma das maiores reservas de mata atlântica do país, tem uma fauna e flora invejáveis. No entanto, ocasionalmente, serpentes aparecem em perímetros urbanos, assustando moradores. 

Uma das espécies mais comuns na região é a jararaca, que apareceu hoje em Santos. O veneno da jararaca pode provocar lesões na parte do corpo mordida. Pode haver hemorragia e necrose – as quais, em casos mais severos, podem levar a amputações dos membros afetados.

Com informações do Sistema Costa Norte de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *