morada-03
Contabilidade Fácil
CEA_Prancheta 1

Jovem que largou estudos para trabalhar no lixão ganha bolsa de gastronomia

Brasil

Um adolescente de 16 anos que largou os estudos para trabalhar no lixão, como reciclador, ganhou uma bolsa de gastronomia.

O sonho de Roque Júnior Tavares é ser chef de cozinha, mas ele teve que deixar o desejo de lado para ajudar a mãe, Nely, de 44 anos, no sustento da família, que mora em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Bolsa

A história sensibilizou a Fundação Pão dos Pobres, que decidiu oferecer uma bolsa de estudos em gastronomia para o adolescente.

E mais: a coordenadora dos cursos profissionalizantes da Fundação, Simone Quadros, diz que uma empresa vai fornecer também meio salário e vale-transporte para quando o curso for presencial.

“Ele vai ser contratado na modalidade jovem aprendiz”, contou.

Dor e infecção

O trabalho na reciclagem rende à família 150 reais por semana, mas acaba prejudicando a saúde da mãe e do filho.

“Peguei infecção pulmonar. Eu peguei esses negócios na minha mão e uma bactéria no meu dedo. O médico me proibiu de mexer no lixo”, disse a mãe.

“É um trabalho duro, duro, trabalho de dor todo o dia. Dor no corpo, dor na alma de trabalhar na reciclagem”, contou o filho.

Escola

Mas, felizmente, Roque vai trocar o lixão pelo curso de gastronomia, que vai fazer pela manhã. À tarde, ele retoma os estudos no 6º ano do ensino fundamental.

“Já conseguimos escola para ele, já fizemos a identidade dele. Eu vou ajudar ele até o final porque sei que ele vai ficar bem. Está muito feliz”, comentou Simone.

E o adolescente comemorou dizendo: ‘Estudar é o foco’.

Por Andréa Fassina, da redação do Só Notícia Boa – Com informações do G1

Espalhe notícia boa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *