morada-03
Contabilidade Fácil
CEA_Prancheta 1

GUARUJÁ REFORÇA PROTOCOLO PARA ATENDIMENTO A PACIENTES COM SINTOMAS DE DENGUE E COVID-19

Cidades Destaque

Sintomas gripais leves e dengue devem ser encaminhados às UBS e Usafas; UPA da Rodoviária é exclusiva para casos de síndromes respiratórias moderadas a graves

Guarujá possui um protocolo para atendimento e testagem a pacientes acometidos tanto pela covid-19 quanto por dengue e chikungunya. Quem possui sintomas gripais leves ou sugestivos à doença causada pelo mosquito aedes aegypti deve buscar assistência na Unidade Básica de Saúde (UBS) ou Unidade de Saúde da Família (Usafa) mais próxima de sua casa. Lá serão avaliados, testados e medicados, de acordo com a condição.

Já aqueles munícipes que apresentarem um quadro de moderado a grave – em especial com comprometimento respiratório -, devem procurar o mais breve possível a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Matheus Santamaria, que desde o dia 1 de abril presta atendimento focado em pacientes que possam estar ou já tiveram confirmação de infecção pela covid-19.

“É fundamental a execução desse protocolo para que tenhamos uma melhor distribuição no atendimento em nossas unidades. Hoje há um contingenciamento grande para o atendimento a pacientes com a covid-19, mas o crescimento nos casos de dengue e chikungunya têm chamado atenção, e também merecem atenção especial”, destaca o secretário de Saúde de Guarujá.

Diferenciando os sintomas

Apesar de terem sintomas parecidos, a contaminação pela covid-19 e dengue possuem particularidades que podem ajudar o paciente a diferenciá-los. A infecção pelo novo coronavírus, por exemplo, além de febre, dor de cabeça e mal-estar, também pode ser acompanhada por perda de olfato e paladar, coriza, dor de garganta, tosse seca, além de cansaço e dificuldade para respirar.

Já um quadro de dengue ou chikungunya apresenta, além da febre e dor de cabeça, dor atrás dos olhos, manchas no corpo – a chikungunya, por exemplo, também causa dores nas articulações. A principal diferença é em relação a sintomas ligados ao trato respiratório, que não ocorrem na doença transmitida pelo mosquito aedes aegypti.

Quando procurar UPA ou UBS/Usafa

Ainda há dúvidas quanto à procura de uma Unidade de Pronto Atendimento ou buscar assistência na Unidade Básica de Saúde ou Unidade de Saúde da Família próxima de casa. 

Sintomas leves de gripe, dor de cabeça ou abdominal não devem levar um paciente a procurar uma UPA. Com esses sintomas, o munícipe pode procurar uma UBS e uma Usafa, que estão prontas para prestar atendimento de baixa complexidade. Elas funcionam de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. 

Já as UPAs prestam atendimentos de urgência e emergência. Urgência é quando uma pessoa necessita de um atendimento rápido, no menor tempo possível, para impedir complicações ou alto grau de sofrimento. Já a emergência é quando existe ameaça iminente de morte, sofrimento extremo, lesão permanente, são aquelas pessoas que precisam de assistência médica imediata.

E quando uma pessoa em situação mais grave vai até uma UBS/Usafa, ela deve ser direcionada para uma UPA – o contrário também pode ocorrer. A mesma coisa acontece no final de semana, quando não há atendimento nas UBSs e Usafas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *